Operação Spoofing: um dos presos confessa ter invadido celular de Moro e Deltan

Foto : Wilson Dias/Arquivo/Agência Brasil

Um dos alvos da Operação Spoofing, Walter Delgatti Neto, confirmou em depoimento à Polícia Federal (PF) ter atuado na invasão do celular do ministro da Segurança, Sérgio Moro, de procuradores da Força-Tarefa da Lava-Jato, como Deltan Dallagnol, e de outras autoridades atacadas. As informações são de Bela Megale, do jornal O Globo. Ele foi primeiro dos quatro presos a depor. Delgatti falou à PF na noite de ontem, quando a operação foi deflagrada. Nesta tarde, estão deponto o casal Gustavo Santos e Suellen Priscila de Oliveira.

Há uma semana, o jornalista do Intercept Brasil, Glenn Greenwald, chegou a publicar que uma operação aconteceria. “Apesar da abundância de provas da autenticidade do material, publicadas pelos diferentes veículos, diversas fontes disseram ao Intercept ao longo dos últimos dias que a Polícia Federal, durante o afastamento do ministro Sérgio Moro, está considerando realizar essa semana uma operação que teria como alvo um suposto ‘hacker’, que supostamente seria a fonte do arquivo. Esse suposto hacker seria estimulado a ‘confessar’ ter enviado o material ao Intercept e que esse material teria sido adulterado”.

O post Operação Spoofing: um dos presos confessa ter invadido celular de Moro e Deltan apareceu primeiro em Bahia Política.