Operação combate esquema que sonegou R$ 25 milhões de imposto estadual

Foto: Reprodução (Alberto Maraux / SSP-BA)

O Ministério Público estadual (MP-BA), a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba) e a Polícia Civil se reuniram nesta quinta-feira (22), para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão na “Operação Pé de Coelho”, que pretende desarticular um esquema de sonegação no setor atacadista de alimentos que causou prejuízo de R$ 25 milhões aos cofres estaduais.

Um mandado de prisão e nove de busca e apreensão são cumpridos em Salvador, Itaparica e Lauro de Freitas. Um dos mandados foi cumprido no edifício Terrazzo Ondina, na capital baiana.

As investigações foram iniciadas depois da constatação de sonegação fiscal praticado pelas empresas HJ Distribuidora e Pier Marin Distribuidora.

A força-tarefa identificou uso de laranjas na composição dos quadros societários das empresas, e ainda lavagem de dinheiro e outros crimes correlatos, a fim de burlar o fisco do Estado.

Os crimes, de acordo com a força-tarefa, contribuíram para desestabilizar o mercado mediante prática de concorrência desleal, e permitiram aos envolvidos acumular patrimônio de forma irregular. As condutas podem ser enquadradas na Lei Federal nº 8.137/90, que define os crimes contra a ordem tributária.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada da Comarca de Salvador.

O post Operação combate esquema que sonegou R$ 25 milhões de imposto estadual apareceu primeiro em Bahia Política.