Madrastra é presa acusada de matar enteada por herança de R$800 mil

Foto: Divulgação (Polícia Civil do Mato Grosso)

Uma mulher foi presa nesta segunda-feira (9), em Cuiabá, no Mato Grosso, sob acusação de ter matado a enteada de 11 anos envenenada para conseguir o direito de ter uma herança no valor de R$800 mil.

Segundo a Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica), Jaira Gonçalves de Arruda, 42, dava em pequenas doses de veneno durante dois meses para. A criança chegou a ser internada nove vezes neste período. Sempre que retornava para casa voltava a sentir os sintomas.

De acordo com às autoridades, a criança teria esta herança por erro médico no parto, que vitimou a sua mãe quando ela nasceu, após uma ação movida pelos avós ao hospital.

Após a morte dos avós da garota, em 2018, a madrasta já havia começado o plano para conquistar a herança.

O post Madrastra é presa acusada de matar enteada por herança de R$800 mil apareceu primeiro em Bahia Política.